No momento você está vendo Análise SWOT: Entenda porque ela é importante para o seu negócio

Análise SWOT: Entenda porque ela é importante para o seu negócio

A análise SWOT é um framework essencial para analisar fundamentalmente qualquer negócio.

Você já ouviu falar análise SWOT?

Se a resposta for não, você está perdendo uma ferramenta estratégica para o seu negócio.

Antes de tudo SWOT é uma abreviação de Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats.

Essas quatro características são usadas para analisar o ambiente interno e externo de uma empresa ou organização.

Ela também é um dos elementos essenciais do planejamento de marketing.

Neste artigo, mostraremos como usar a ferramenta SWOT para para refletir sobre o posicionamente de mercado do seu negócio.

As origens da análise SWOT

Com a era da tecnologia, a abordagem SWOT tornou-se cada vez mais popular.

Você pode usar a ferramenta para avaliar seu ambiente de negócios e tomar decisões mais informadas.

É uma ferramenta poderosa para ajudá-lo a alcançar seus objetivos e alcançar o sucesso.

Mas de onde vem essa abordagem?

Acredita-se que as origens da análise SWOT tenham começado com o termo SOFT, e não SWOT. SOFT (Satisfatório (bom no presente), Oportunidade (bom no futuro), Falha (ruim no presente), Ameaça (ruim no futuro)).

Esse foi o resultado do trabalho de pesquisa sobre planejamento corporativo realizado no Stanford Research Institute (SFI) de 1960 a 1970.

Entende-se que a análise SOFT foi apresentada em um seminário em Zurique em 1964 e Urick e Orr mudaram o F para um W e o chamaram de análise SWOT (Humphrey, 2005).

Aqui está apresentado como uma ferramenta autônoma, em vez de fazer parte de um processo. Weihrich (1982) subsequentemente modificou no formato de uma matriz, combinando os fatores internos (isto é, os pontos fortes e fracos) de uma organização com seus fatores externos (isto é, oportunidades e ameaças) para gerar sistematicamente estratégias que deveriam ser empreendidas pela organização.

É Weihrich quem é creditada a matriz de quatro caixas que usamos agora.

O que é uma Análise SWOT?

Uma análise SWOT envolve quatro etapas principais. As primeiras três etapas são:

  1. Identifique seus pontos fortes.
  2. Identifique suas fraquezas.
  3. Identifique as oportunidades.

Além disso, a quarta etapa é identificar as ameaças. Esta é a parte mais desafiadora. Você precisa identificar e entender os riscos que poderiam comprometer seu sucesso.

Estabelecendo objetivos com SWOT

Depois de identificar os pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças, você pode começar a estabelecer objetivos realistas.

Para isso, é importante examinar seus pontos fortes e fracos, bem como considerar as oportunidades que o ambiente lhe oferece.

Você pode trabalhar para aprimorar seus pontos fracos e aproveitar as oportunidades para direcionar seu negócio para onde você deseja chegar.

Onde seu negócio está?

Antes de começar a trabalhar com a ferramenta de análise SWOT, você precisa saber onde seu negócio está.

É importante tomar o tempo para avaliar seu posicionamen atual.

Você precisa examinar como você está as operações de sua empresa, como estão as suas parcerias e o que você está fazendo para alcançar seus objetivos. Depois de estabelecer onde seu negócio está, você pode começar a explorar para aonde quer ir.

Quais são seus pontos fortes?

Uma vez que você já sabe onde está, é hora de começar a identificar seus pontos fortes.

Estes são aqueles aspectos que você faz bem e que lhe dão vantagem.

Estes são geralmente recursos, habilidades e conhecimentos que lhe permitem alcançar seus objetivos.

Pense nos seus pontos fortes e como eles podem ajudá-lo a seguir em frente, levando-o para onde você deseja estar.

Quando estiver pesquisando sobre as forças da sua organização, comece perguntando-se o seguinte:

  • O que fazemos bem?
  • O que diferencia a nossa organização?
  • De que o nosso público-alvo gosta na nossa organização?

Aqui está um exemplo de uma força: 

Atendimento ao cliente: Em comparação aos nossos concorrentes, o nosso atendimento ao cliente é de nível mundial, pois temos uma pontuação NPS de 90. 

Pontos fracos? O que fazer?

Depois de identificar seus pontos fortes, você deve olhar para suas fraquezas.

Estes são aqueles aspectos em seu negócio que precisam de melhorias.

Certifique-se de que você está sendo honesto consigo mesmo e que está sendo realista com seus pontos fracos.

Depois de identificar essas áreas, considere as maneiras pelas quais você pode melhorá-las.

Assim como na análise das forças, é possível fazer-se diferentes perguntas para começar a identificar as fraquezas:

  • Quais iniciativas estão com desempenho abaixo do esperado e por quê?
  • O que poderia melhorar?
  • Quais recursos poderiam melhorar o nosso desempenho?

Exemplo de uma fraqueza:

Visibilidade de comércio eletrônico: A visibilidade do nosso site é baixa devido à falta de orçamento para marketing, e o número de transações feitas através dos aplicativos móveis continua diminuindo.

Aproveitando as oportunidades

Depois de se concentrar nos seus pontos fortes e fracos, é hora de olhar para as oportunidades que estão à sua volta.

Estas são as chances que surgem no seu caminho para ajudá-lo a alcançar seus objetivos.

Examine essas oportunidades, determine como elas podem ajudá-lo e tome decisões informadas sobre como aproveitá-las.

Como há diversas formas de encontrar oportunidades, vale a pena considerar estas perguntas antes de começar:

  • Quais recursos podemos usar para melhorar as nossas fraquezas?
  • Existem lacunas de mercado nos serviços que prestamos?
  • Quais são as nossas metas para o ano?

Aqui está um exemplo de uma oportunidade que se baseia nas forças e fraquezas listadas acima: 

Campanha de marketing: Para melhorar a visibilidade de comércio eletrônico, vamos promover campanhas publicitárias no YouTube, no Facebook e no Instagram.

Cuidando das ameaças

As ameaças, na análise SWOT, se referem às áreas que podem causar problemas. Elas são diferentes das fraquezas, pois as ameaças são externas e costumam estar fora do seu controle. Podem ser qualquer coisa, desde uma pandemia a uma mudança no cenário competitivo. 

Estas são algumas perguntas que você pode fazer para identificar ameaças externas:

  • Quais mudanças na indústria são motivos de preocupação?
  • Quais são as novas tendências de mercado no horizonte?
  • Em que pontos nossos concorrentes têm um melhor desempenho que o nosso?

Aqui está um exemplo de uma ameaça que poderia expor a sua empresa a problemas: 

Novo concorrente: com um novo concorrente de comércio eletrônico planejado para inaugurar no próximo mês, pode ser que a nossa base de clientes diminua.

A Matriz SWOT

Os analistas apresentam uma análise SWOT como um quadrado segmentado em quatro quadrantes, cada um dedicado a um elemento do SWOT.

Esse arranjo visual fornece uma visão geral rápida da posição da empresa.

Embora todos os pontos sob um título específico possam não ter a mesma importância, todos eles devem representar percepções importantes sobre o equilíbrio de oportunidades e ameaças, vantagens e desvantagens e assim por diante.

A tabela SWOT geralmente é apresentada com os fatores internos na linha superior e os fatores externos na linha inferior.

Além disso, os itens do lado esquerdo da tabela são aspectos mais positivos/favoráveis, enquanto os itens do lado direito são elementos mais preocupantes/negativos.

Forças
Qual é a nossa vantagem competitiva?
Que recursos temos?
Quais produtos têm um bom desempenho?
Fraquesas
Onde podemos melhorar?
Quais produtos estão com baixo desempenho?
Onde faltam recursos?
Oportunidades
Que nova tecnologia podemos usar?
Podemos expandir nossas operações?
Que novos segmentos podemos testar?
Ameaças
Quais regulamentos estão mudando?
O que os concorrentes estão fazendo?
Como as tendências de consumo estão mudando?
Matriz SWOT


Com a lista de itens dentro de cada categoria, agora é hora de limpar as ideias.

Ao refinar os insights que todos tiveram, a empresa pode se concentrar apenas nas melhores ideias ou nos maiores riscos para a empresa.

Esse estágio pode exigir um debate substancial entre os participantes da análise, inclusive trazendo a alta administração para ajudar a classificar as prioridades.

Desenvolva a Estratégia

Armado com a lista classificada de pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças, é hora de converter a análise SWOT em um plano estratégico.

Os membros da equipe de análise pegam a lista de itens dentro de cada categoria e criam um plano sintetizado que fornece orientação sobre o objetivo original.

Por exemplo, a empresa que está debatendo se deve lançar um novo produto pode ter identificado que é a líder de mercado para o produto existente e que existe a oportunidade de expandir para novos mercados.

No entanto, o aumento dos custos de material, as linhas de distribuição tensas, a necessidade de pessoal adicional e a demanda imprevisível de produtos podem superar os pontos fortes e as oportunidades.

A equipe de análise desenvolve a estratégia para rever a decisão em seis meses, na esperança de reduzir os custos e tornar a demanda do mercado mais transparente.

Use uma análise SWOT para identificar os desafios que afetam o seu negócio e as oportunidades que podem aprimorá-lo.

No entanto, observe que é uma das muitas técnicas, não uma receita.

Benefícios da Análise SWOT

Uma análise SWOT não resolverá todas as questões importantes de uma empresa.

No entanto, há vários benefícios em uma análise SWOT que facilitam a tomada de decisões estratégicas.

Uma análise SWOT torna problemas complexos mais gerenciáveis.

Pode haver uma quantidade enorme de dados para analisar e pontos relevantes a serem considerados ao tomar uma decisão complexa.

Em geral, uma análise SWOT que foi preparada reduzindo todas as ideias e classificando a importância dos marcadores agregará um problema grande e potencialmente esmagador em um relatório mais digerível.

Uma análise SWOT requer consideração externa. Muitas vezes, uma empresa pode ser tentada a considerar apenas fatores internos ao tomar decisões.

No entanto, muitas vezes há itens fora do controle da empresa que podem influenciar o resultado de uma decisão de negócios.

Uma análise SWOT abrange tanto os fatores internos que uma empresa pode gerenciar quanto os fatores externos que podem ser mais difíceis de controlar.
Uma análise SWOT pode ser aplicada a quase todas as questões de negócios. A análise pode estar relacionada a uma organização, equipe ou indivíduo.

Ela também pode analisar uma linha completa de produtos, mudanças na marca, expansão geográfica ou uma aquisição. A análise SWOT é uma ferramenta versátil que tem muitas aplicações.
Uma análise SWOT utiliza diferentes fontes de dados. Uma empresa provavelmente usará informações internas para identificar pontos fortes e fracos.

A empresa também precisará coletar informações externas relacionadas a mercados amplos, concorrentes ou forças macroeconômicas para oportunidades e ameaças.

Em vez de confiar em uma única fonte potencialmente tendenciosa, uma boa análise SWOT compila vários ângulos.
Uma análise SWOT pode não ser excessivamente cara de preparar.

Alguns relatórios SWOT não precisam ser estritamente técnicos; portanto, muitos funcionários diferentes podem contribuir para sua preparação sem treinamento ou consultoria externa.

A análise SWOT uma ferramenta poderosa para ajudar você a examinar onde está, onde quer chegar e como chegar lá.

Ao usar a análise SWOT, você pode identificar seus pontos fortes e fracos, bem como aproveitar as oportunidades para direcionar sua vida para onde deseja.

Aproveite essa abordagem criativa para alcançar seus objetivos e viver uma vida mais próspera e satisfatória!