You are currently viewing Planejador de Palavras-chave do Google Ads – Aprenda a usar essa ferramenta

Planejador de Palavras-chave do Google Ads – Aprenda a usar essa ferramenta

O Planejador de palavras-chave é ferramenta gratuita do Google que permite você descobrir o volume de pesquisas por um determinado termo.

O Planejador de palavras-chave é uma incrível ferramenta gratuita do Google.

Ele permite você descobrir o volume de pesquisas por um determinado termo ou palavra-chave na rede de pesquisa do buscador.

No entanto, para usar o Planejador de palavras-chave do Google, você precisa configurar uma conta do Google Ads.

Etapa 1: acessar o Planejador de palavras-chave

Após criar a sua conta do Google Ads, clique no ícone de chave inglesa na barra de ferramentas na parte superior da página.

menu

Em seguida, escolha “Planejador de palavras-chave”:

menu

Você verá duas ferramentas diferentes no Planejador de palavras-chave: “Descobrir novas palavras-chave” e “Ver volumes de pesquisas e previsões”.

opção de pesquisa

Quando se trata de pesquisa de palavras-chave com foco em SEO, essas duas ferramentas são suficientes para gerar milhares de palavras-chave em potencial.

Porém, esta ferramenta foi projetada com os anunciantes PPC em mente.

Portanto, há muitos recursos na ferramenta (como recursos de lances de palavras-chave) que não serão úteis se você estiver usando essa ferramenta para encontrar palavras-chave para SEO.

Passo #2: Escolha sua ferramenta

Existem duas ferramentas principais dentro do Planejador de palavras-chave.

1. Descobrir novas palavras-chave

Como o nome sugere, esta ferramenta é ideal para encontrar novas palavras-chave.

Você verá o campo acima dessa ferramenta os dizeres: “Insira produtos ou serviços intimamente relacionados ao seu negócio”.

O valor que você obtém do Planejador de palavras-chave é amplamente baseado nas informações inseridas aqui. 

Então você precisa ser muito estratégico sobre o que você entra nesse campo.

Então, para ajudá-lo a aproveitar ao máximo essa ferramenta, vamos detalhar cada uma das duas opções principais.

Comece com palavras-chave”: essas palavras e frases descrevem sua empresa (por exemplo, “perda de peso” ou “café”). 

Isso permite que você acesse o banco de dados interno de palavras-chave do Google para diferentes setores.

Você pode inserir várias palavras-chave neste campo, basta colocar uma vírgula após cada palavra-chave e pressionar enter. 

Por exemplo, se você administra um site de comércio eletrônico que vende cookies, insira termos como “sobremesas sem glúten” e “biscoitos com baixo teor de carboidratos” aqui.

Comece com um site”: Você pode encontrar algumas palavras-chave sólidas aqui usando a página inicial do seu site… ou um artigo do seu site.

Depois de inserir suas informações em um (ou todos os três) dos campos, clique em “VER RESULTADOS”.

descobrir novas palavras-chave

Em seguida, você verá a página de resultados de palavras-chave.

ideias de palavras-chave

Veremos como usar essa parte do Planejador de palavras-chave mais adiante no guia.

Por enquanto, vamos mergulhar na segunda ferramenta: volume de pesquisa e previsões.

2. Obtenha o volume de pesquisa e previsões para suas palavras-chave

Este recurso só é realmente útil se você já tiver uma longa lista de palavras-chave e quiser apenas verificar o volume de pesquisa delas. 

Em outras palavras, essa ferramenta não ajudará você a gerar novas ideias de palavras-chave.

Para usá-lo, copie e cole uma lista de palavras-chave no campo de pesquisa e clique em “Começar”.

volume de pesquisas

Você também verá a mesma página de resultados de palavras-chave que vê quando usa a ferramenta “Encontrar novas palavras-chave”.

A única diferença é que a) você obtém dados apenas sobre as palavras-chave inseridas e o Google prevê quantos cliques e impressões você obterá das palavras-chave inseridas

Não importa qual ferramenta você usou, você acaba no mesmo lugar: a página de resultados de palavras-chave.

E agora é hora de me aprofundar em como essa página funciona e como tirar o máximo proveito dela.

Etapa 3: Filtre e classifique os resultados no planejador de palavras-chave

Agora é hora de filtrar a lista de palavras-chave para uma lista menor de termos que são melhores para você.

As duas ferramentas que acabei de descrever levarão você à “Página de resultados de palavras-chave”, que se parece com isso:

palavras salvas

Aqui está um detalhamento da página:

Na parte superior da página, você verá quatro opções de segmentação: locais, idioma, redes de pesquisa e intervalo de datas.

menu

Aqui está o que essas quatro coisas significam:

  • Locais – Este é o país (ou países) para o qual você está comercializando. Simples.
  • Linguagem – Este é o idioma das palavras-chave sobre as quais você deseja ver as informações.
  • Redes de pesquisa – Isto é se você deseja ou não anunciar apenas no Google ou no Google e seus “parceiros de pesquisa”. Os sites de parceiros de pesquisa incluem outros mecanismos de pesquisa e propriedades do Google (como o YouTube).
  • Intervalo de datas – Deixar isso como o padrão “12 meses” geralmente é bom.

O próximo recurso importante da página de resultados de palavras-chave é chamado de “Adicionar filtro”:

Esse recurso oferece uma quantidade razoável de opções de filtragem. Então, deixe-me detalhar rapidamente cada uma das opções para você.

  • Texto – Aqui é onde você pode fazer com que a ferramenta mostre somente palavras-chave que contenham uma determinada palavra ou frase.
  • Excluir palavras-chave em minha conta – Isso exclui palavras-chave para as quais você já está fazendo lances no Google Ads.
  • Excluir conteúdo adulto – Autoexplicativo.
  • Média Pesquisas Mensais – Isso é útil para filtrar palavras-chave com muito volume de pesquisa (afinal, esses termos tendem a ser muito competitivos). Você também pode filtrar palavras-chave que não recebem tantas pesquisas.
  • Concorrência – Você pode fazer com que o Planejador de palavras-chave do Google mostre apenas palavras-chave com concorrência “Baixa”, “Média” ou “Alta”.
  • Lance na parte superior da página – Este é o valor que você espera pagar para que seu anúncio apareça na parte superior da página para essa palavra-chave.
  • Parcela de impressões orgânicas – Esta é a frequência com que seu site aparece nos resultados orgânicos para cada palavra-chave. (Observação: para usar esse recurso, você precisará conectar sua conta do Google Search Console ao Google Ads).
  • Posição média orgânica – Onde você classifica (em média) para cada palavra-chave orgânica do Google. Novamente, você precisará se conectar ao GSC para que isso funcione.

Etapa 4: Analise a seção Ideias de palavras-chave

Agora que você filtrou os resultados para palavras-chave ideais para sua empresa, vamos detalhar os termos restantes.

Especificamente, mostrarei como analisar os termos que aparecem na seção “Ideias de palavras-chave” do Planejador de palavras-chave.

Veja o que cada um dos termos desta seção significa:

  • Palavra-chave (por relevância): Esta é a lista de palavras-chave que o Google considera mais relevantes para a palavra-chave ou URL que você digitou nela.
  • Média pesquisas mensais: Bastante auto-explicativo. No entanto, lembre-se de que este é um intervalo… e não um indicador super preciso do volume de pesquisa.
  • (Vou mostrar como obter dados de volume de pesquisa mais precisos em um minuto.)
  • Dica profissional: atento às palavras-chave sazonais. Isso porque palavras-chave sazonais (como “trajes de Halloween”) podem gerar 50.000 pesquisas em outubro e 100 pesquisas em maio. Mas o GKP dirá que o termo recebe “10.000 pesquisas por mês”, o que é meio enganoso.
  • Concorrência: Como mencionei anteriormente, “Concorrência” no Planejador de palavras-chave do Google não tem nada a ver com SEO. Em vez disso, “Concorrência” é simplesmente o número de anunciantes que estão dando lances para essa palavra-chave. Mas é útil ver se uma palavra-chave tem alguma intenção comercial (afinal, quanto mais pessoas fizerem lances em uma palavra-chave, mais potencial haverá para elas se tornarem um lead ou cliente).
  • Lance na parte superior da página: essa é outra ótima maneira de dimensionar o potencial de monetização da palavra-chave. Quanto maior o lance aqui, mais lucrativo o tráfego tende a ser.

Etapa 5: Escolha uma palavra-chave

Agora que você sabe como usar todas as ferramentas, recursos e opções do Planejador de palavras-chave do Google, é hora da última etapa: encontrar palavras-chave incríveis com as quais você possa otimizar o conteúdo do seu site.

Isso é complicado.

Por quê? Existem muitos fatores que influenciam na escolha de uma palavra-chave. 

É mais arte do que ciência.

Dito isto, eu aprendo melhor com exemplos. 

Então, vou ajudá-lo a escolher uma palavra-chave da sua lista com um exemplo rápido.

(Para este exemplo, usarei a ferramenta “Descobrir novas palavras-chave” porque essa é a melhor maneira de descobrir novas palavras-chave no Planejador de palavras-chave do Google.)

Primeiro, você deve pensar em uma palavra-chave um pouco ampla, mas também descreve sua ideia de produto, serviço ou conteúdo.

Por exemplo, digamos que você administra um site de comércio eletrônico que vende alimentos orgânicos.

Se você quiser escrever uma postagem no blog sobre os benefícios do café orgânico para a saúde, não use a palavra-chave “café” (muito ampla) ou “benefícios para a saúde do café orgânico” (muito restrita).

Mas uma palavra-chave como “café orgânico” funcionaria muito bem.

Então, coloque essa palavra-chave no campo e clique em “Começar”.

E dê uma olhada nas palavras-chave que aparecem:

ideias de palavras-chave

Então: como você sabe quais palavras-chave escolher?

Existem dezenas de fatores diferentes a serem observados. Mas, em geral, gosto de escolher palavras-chave com base em 3 critérios principais:

Volume de pesquisa: Muito direto. Quanto maior o volume médio de pesquisa, mais tráfego essa palavra-chave pode enviar para você.

Intenção comercial: em geral, quanto maior a concorrência e o lance sugerido, mais fácil será converter esse tráfego em clientes pagantes quando eles acessarem seu site.

Concorrência orgânica de SEO: Assim como a intenção comercial, avaliar a concorrência de uma palavra-chave nos resultados de pesquisa orgânica do Google exige um pouco mais de pesquisa. 

Você precisa olhar para os sites que estão ranqueando na primeira página e descobrir o quão difícil será superá-los.

Conclusão

Espero que você tenha gostado do meu guia para o Planejador de palavras-chave do Google.

Agora, gostaria de saber sua opinião:

Você usa o Planejador de palavras-chave para ajudá-lo a ter ideias de palavras-chave?

Ou você se apega principalmente a outras ferramentas de pesquisa de palavras-chave (como SEMRush)?

Deixe-me saber deixando um comentário abaixo agora.

Este post tem um comentário

Deixe um comentário